Bom dia! , hoje é quarta-feira, 23 de Abril de 2014
 

Assine e receba por e-mail o nosso informativo.

Cadastrar e-mail
Remover e-mail

Bibliografia do Terceiro Setor
TERCEIRO SETOR.

AZEVEDO, Tasso Resende de. Buscando Recursos para seus Projetos. São Paulo: texto novo, 1998.

CARVALHO, Nanci Valadares de. Autogestão: O Nascimento das ONGs. São Paulo: Editora Brasiliense, 1995.

DRUCKER, Peter. Administração de Organizações Sem Fins Lucrativos: Princípios e Práticas. São Paulo: Pioneira, 1994.

DRUCKER, Peter. The five most important questions. Jossey-Bass, EUA.

ETZIONI, Amitai. The Spirit of Community. New York: Touchstone,1994.

FERNANDES, Rubem César. Privado porém Público: O Terceiro Setor na América Latina. Rio de Janeiro: Relume-Dumara, 1994.

FREITAS, Maria Ester de Freitas. A História de um Sonho: Prêmio FENEAD. São Paulo: Fundação EDUCAR Dpaschoal,1997.

HESSELBEIN, Frances; Marshall Goldsmith; Richard Beckhard e Richard F Schubert. A Comunidade do Futuro. Editora Futura, 1999.

HESSELBEIN, Francês et al. The Community of the Future. San Francisco: Jossey-Bass Publaishers, 1998.

IOCHPE, Evelyn Berg (Org). 3º Setor: Desenvolvimento Social Sustentado. São Paulo: Paz e Terra S.A, 1997.

LANDIM, Leilah (org.). Ações em Sociedade. Rio de Janeiro: Nau Editora, 1998.

LANDIM, Leilah. Para Além do Mercado e do Estado? Filantropia e Cidadania no Brasil. Rio de Janeiro: Iser - Textos de Pesquisa, 1993.

LEITE, Celso Barbosa. Filantropia e Contribuição Social. São Paulo: LTr,1998.

PEREIRA, Luiz Carlos Bresser e Grau, Nuria Cunill (Org.). O Público Não-Estatal na Reforma do Estado. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 1999.

POWELL, Fred and Guerin, Donal. Civil Society and Social Policy. Dublin: A&A Farmar, 1997.

RESENDE, Tomáz de Aquino. Manual de Fundações. Belo Horizonte: Nacional Editora Gráfica e Formulários Contínuos Ltda, 1996.

SALAMON, Lester M. The Emerging Sector-An Overview. Baltimore: The Johns Hopkins University, 1994.

TENÓRIO, Fernando G. (Org.). Gestão de ONGs: Principais Funções Gerenciais. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 1997.

JAMES, E. Austin. Parcerias- Fundação e Benefícios para o 3º Setor. Editora Futura.Fundação Peter Druker.

LEROY, Eims. Seja um Líder que motiva. Editora Atos.
FERNANDES, Rubem Cesar ( coord. ) Para Além do Mercado e do Estado? Filantropia e Cidadania no Brasil. Rio de Janeiro: ISER,1993.

TENÓRIO, Fernando G. ( Org.). Elaboração de Projetos Comunitários: Abordagem Prática. Rio de Janeiro ; CEDAC/Liyola, 1995.

CENPEC. ONG: Tendências e Necessidades. São Paulo; Cenpec /Unicef /Itaú; 1998; Livro.

COSTA, Aloysio Teixeira. Administração de entidades sem fins lucrativos. São Paulo: Nobel, 1992.

COELHO, Simone de Castro. Terceiro Setor: Um Estudo Comparado Entre Brasil e Estados Unidos. São Paulo: Editora Senac, 2000. 223p.

FERNANDES, Rubem César. & PIQUET, Leandro. ONGs Anos 90: A Opinião dos Dirigentes Brasileiros. Rio de Janeiro: ISER,1991.

IOSCHPE, Evelyn Berg (Org). Terceiro Setor: Desenvolvimento Social Sustentado. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997. 173p.

MONTENEGRO, Thereza. O que é ONG. São Paulo: Brasiliense, 1994. 98p. (Coleção Primeiros Passos).

NANUS, Burt & DOBBS, Stephen M. Liderança para o Terceiro Setor: Estratégias de Sucesso para Organizações sem Fins Lucrativos. São Paulo: Futura, 2000. 262p.

INGRAM, Richard T. Dez Responsabilidades Básicas das Diretorias de Organizações Sem Fins Lucrativos. National Center for Nonprofit Boards - NCNB, 1994.

NELSON, Judith Grummon. Seis Chaves para Recrutar, Orientar e Envolver Membros do Conselho de Organizações Sem Fins Lucrativos. National Center for Nonprofit Boards - NCNB, 1996.

COSTA, Aloysio Teixeira. Administração de Entidades sem fins lucrativos. São Paulo, Nobel, 1992.

JURÍDICO.

BARBOSA, Maria Nazaré Lins; OLIVEIRA, Carolina Felippe. Manual de ONGs: guia prático de orientação jurídica. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2001. 178p.

MEREGE, Luiz e Barbosa , Maria Nazaré Lins ( Ong.). 3º Setor: Reflexões sobre o Marco Legal. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas,1998.

OLIVEIRA, Anna Cynthia . Terceiro setor : uma agenda para reforma do marco legal. Rio de Janeiro: Comunidade solidária, 1997 a.

PAES, José Eduardo Sabo. Fundação e Entidade de interesse Social: Aspectos Jurídicos, Administrativos e Tributários. Brasília : Brasília Jurídica, 2001.

RAFAEL, Edson José. Fundação e Direito - Terceiro Setor. São Paulo: Melhoramentos, 1997.

SZAZI, Eduardo.Terceiro Setor regulação no Brasil. São Paulo: Peirópolis, 2000.

GRECO, Marco Aurélio, MARTINS, Ives Gandra da Silva. Direito e Internet: relações jurídicas na sociedade informatizada. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2001. 257p.

CAVALIERI, Alyrio. Direito do Menor, Rio de Janeiro, Freitas Bastos, 1978.

MORAES, Luís Carlos Silva de. Curso de Direito Ambiental. São Paulo: Atlas, 2001.

BERNARDO, Christianne e FAVORETO, Carla de Oliveira Reis. Coletânea de Legislação Ambiental Básica Federal - 2ª edição ampliada e atualizada. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, 2002.

CAPTAÇÃO DE RECURSOS.

CRUZ, Célia e Estraviz, Marcelo. Captação de Diferentes Recursos para Organizações Sem Fins Lucrativos. Editora Global.

NORIEGA, Maria Elena & MURRAY, Milton. Apoio Financeiro: Como Conseguir. São Paulo: Texto Novo, 1997. 176p.

KELLEY, Daniel Q. Dinheiro para sua Causa. São Paulo; Texto novo,1994.

LEROY, Jean-Pierre; Soares, Maria Clara C. ( Ongs ). Bancos Multilaterais e Desenvolvimento Participativo no Brasil: Dilemas e Desafios. Rio de Janeiro; Fase Ibase, 1998.

CICONTE, Barbara K. e Jacob, Jeanne Gerda. Fund Raising Basics: A Complete Guide. Aspen Publication, 1997.

AZEVEDO, Tasso Rezende. Buscando recursos para seus projetos. Texto Novo, 1998.

PEREIRA. Custódio. Captação de Recursos Fund Raising, Editora Mackenzie, 2001.

FERNANDES, Rubem Cesar. Privado porém Público - O Terceiro Setor na América Latina. Editora Civicus.

FRANK L. Acuff. Como negociar qualquer coisa com qualquer pessoa ou em qualquer lugar do mundo. Editora Senac; São Paulo.

TENÓRIO, Fernando (Ong.). Elaboração de Projetos Comunitário: Abordagem Prática. Rio de Janeiro; CEDAC /Loyola; 1995.

NELSON, Judith Grummon. Seis Chaves para Recrutar, Orientar e Envolver Membros do Conselho de Organizações Sem Fins Lucrativos. National Center for Nonprofit Boards - NCNB, 1996.

SILVEIRA, Cléia; Zannetti, Lorenzo. No Caminho da Organização: Projetos, Recursos e Cooperação. Rio de Janeiro; Fase /Saap.

VALARELLI, Leandro. Uma Noção Ampliada de Captação de Recursos. In: Apoio à gestões . Rio de Janeiro; Site da Rits; 1999.

HUDSON, Mike. Administrando Organizações do Terceiro Setor: O Desafio de Administrar sem Receita. São Paulo: Makron Books, 1999.

LANDIM, Leilah e BERES, Neide. As Organizações sem Fins Lucrativos no Brasil: Ocupação, Despesas e Recursos. Rio de Janeiro: Nau Editora, 1999.

CAMARGO, M. F. de, SUZUKI, F. M., UEDA, Mery, SAKIMA, R. Y. e GHOBRIL, A. N. Gestão do Terceiro Setor no Brasil - Estratégias de captação de recursos para organizações sem fins lucrativos. São Paulo, Futura, 2001. 204p.

HUDSON, Mike. Administrando Organizações do Terceiro Setor. O Desafio de Administrar sem receita. São Paulo: Makron Books, 1999. 309p.

KISIL, Rosana. Elaboção de Projetos e Propostas para Organizações da Sociedade Civil. Editora Global.

CENPEC. Guia de ações complementares à escola para crianças e adolescentes. 1ª edição: 1995.

CESAR, Simões Salim; HOCHMAN, Nelson; RAMAL, Andréa Cecília e RAMAL, Silvina Ana. Construindo Planos de Negócios; todos os passos necessários para planejar e desenvolver negócios de sucesso. Editora Campus.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo; transformando idéias em negócios. Editora Campus.

THIRY-LHERGNES, Hermano Roberto. Modelagem de Projetos. São Paulo: Atlas, 2002.

PHILIPPI JR, Arlindo e PELICIONI, Maria Cecília Focesi. Educação Ambiental - desenvolvimento de cursos e projetos. Editora: Signus, 2002.

MARKETING SOCIAL.

FINE, Seymour H. Marketing for the Public Sector. New Brunswick: Transaction Publishers, 1992.

MENEGHETTI, Sylvia Bojunga. Comunicação e Marketing: Fazendo Diferença no dia-a - dia de organizações da sociedade civil. Editora Global.

GAEDEKE, Ralph M. Marketing in Private and Public Nonprofit Organizations. Santa Monica: Goodyear Publishing Co, 1977.

HANNAGAN, T.J. Marketing for the Non-profit Sector. London: Macmillan Press Ltd., 1992

KOTLER, Philip and ANDREASEN, Alan R. Strategic Marketing for Nonprofit Organizations. Englewoods Cliffs: Prentice-Hall, 1987.

MANOFF, Richard K. Social Marketing, New York: Praeger Publishers, 1985.

UYLAERT, Roberto. Marketing Cultural & Comunicação Dirigida. Editora Globo, 1994.

PRINGLE, HAMISH. MARKETING SOCIAL - Marketing das Causas Sociais. ISBN: 8534611424; Editora: MAKRON BOOKS LTDA. 290 p.

SINA, A. e Souza, P. Marketing Social. São Paulo: Crescente Editorial, 1999.

VAZ, Gil Nuno. Marketing Institucional: "O Mercado de Idéias e Imagens". Pioneira, 1995.

FONTES, Miguel. MARKETING SOCIAL REVISITADO Novos Paradigmas do mercado social. ISBN: 85-87757-16-4; Editora: Cidade Futura.

KOTLER, Philip. Markenting para Organizações que não visam Lucro. Editora Atlas. São Paulo, 1994.

SINA, Amália e Souza, Paulo de. " Marketing Social - Uma Oportunidade para Atuar e Contribuir Socialmente no Terceiro Setor." Crescente Editorial. São Paulo,1999.

KOTLER, Philip & ROBERTO, Eduardo L. Marketing Social - Estratégias para Alterar o Comportamento Público. Rio de Janeiro, Campus, 1992.

ARRUDA, José Maria. Pensando e Planejando a Pesquisa.

BRANDENBURGER, Adam. M. & N, Barry J. The Right Game: Use Game Theory To Shape Strategy. Harvard Business Review, July- August 1995.

CHIAVENATO, I. Teoria Geral da Administração. Mc Graw-Hill, São Paulo, 1987.

DRUCKER, P. F. Tasks responsabilities, practices. Harper & Row, New York, 1973.

HARBINSON, John & PEKAR. Alianças Estratégicas : Quando a Parceira é a Alma do Negócio e o Caminho paa o Sucesso. Editora Futura, São Paulo, 1999.

KOTLER, P. & ROBERTO, E. Social marketing: Strategies for Changing Public Behaviour. Free Press, 1989.

KOTLER, Philip. Marketing para o Século XXI . Futura, 1999.

KOTLER, Philip. ROBERTO, Eduardo. Social Marketing The Free Press, London, 1989.

KOTLER, Philip e ARMSTRONG, Gary. "Princípios do Marketing". Trad. Vera Whately. 7 ed. Rio de Janeiro: Prentice hall,1998.

MANOFF, R. Social Marketing: New Imperative for Public Health. Praeger, New York, 1985, p.9.

BRANT, Leonardo - " Mercado Cultural - Investimento social, formatação e venda de projetos, gestão e patrocínio, político cultural ". Editora Escrituras. Rio de Janeiro, 2001.

COBRA, Marcos. "Marketing Básico" - Editora Atlas. São Paulo, 1995.

FRANCESHI, Antonio de. "Marketing Cultural: um investimento com qualidade". Informações Culturais. São Paulo, 1998.

GUIMARÃES, Áurea Bicalho. "Guia do Facilitador". Sebrae. São Paulo, 1999.

MILANESI, Luís. "A Casa da Invenção". Ateliê Editorial. São Paulo, 1997.

POTER, Michael - "Vantagem Competitiva". Editora Campus. Rio de Janeiro, 1990.

STERN, Gary J., 1953 - "Terceiro Setor: ferramenta de auto - avaliação para empresas". Futura. São Paulo, 2001.

VALLS, Álvaro L. M., "O que é ética", Editora Basiliense, Brasília, 1999.

CESNIK, Fábio de Sá. Guia do Incentivo à Cultura. Editora Manole, 2002.

MALAGODI, Maria Eugênia e CESNIK, Fabio de Sá. Projetos Culturais. Editora Escrituras,1999.

MACHADO NETO, Manoel Marcondes. Marketing Cultura - Das práticas à teoria. Editora Ciência Moderna, 2002.

MELO NETO, Francisco Paulo. Marketing de Patrocínio. Sprint Editora, 2000.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO.

BRYSON, John M. Getting Started on Strategic Planning. San Francisco: Jossey- Bass Publishers, Inc. 1991.

BRYSON, John M. Strategic Planning for Public and Nonprofit Organizations: A guide to Strenghthening and sustaining organizational achiement. San Francisco: Jossey-Bass, 1998.

KLINK, Amyr. Gestão de Sonhos - riscos e oportunidades. Casa da Qualidade.

SILVA, Antonio Luiz de Paula e. Ultilizando o Planejamento como Ferramenta de Aprendizagem. Editora Global.

OSTER, Sharon M. Strategic Management for nonprofit organizations: Theory and Cases.

NOLETO, Marlova Jovchelovitch. Parcerias e Alianças Estratégicas: uma abordagem prática. Editora Global.

MOTTA, Paulo Roberto. Planejamento Estratégico em Organização sem fim lucrativos: Consideração sobre Problemas Gerenciais. Rio de Janeiro; Livros Técnicos e Científicos; 1997.

ANSOFF, H. Igor (Org.). Do planejamento estratégico à administração estratégica. São Paulo, Atlas, 1990.

CERTO, Samuel C. e PETER, J.Paul. Administração Estratégica - Planejamento e Implantação da Estratégia. MAKRON Books, 1993.

ANSOFF, H. Igor. Implantando a administração estratégica. São Paulo, Atlas, 1993.

DRUKER, Peter F. Desafios Gerenciais para o século XXI. Pioneira, 1999.

DRUKER, Peter F. Administrando em Tempos de Grandes Mudanças. Pioneira, 1995.

HESSELBEIN, Frances et al. O Líder do Futuro. Fundação Peter Drucker, 1997.

REGIS, Mc kenna. Estratégias bem sucedidas para era do cliente. Editora Campus.

VOLUNTARIADO.

BURKE, Mary Na e Liljenstolpe, Carl. Recruiting Volunteers - A guide for Non-profits. Crisp, Eua, 1992.

CAMPBELL, Katherine Noye e Ellis, Susan J. Guide to volunteers managment. Energize, EUA, 1998.

MACLEOD, Flora. Motivating and Managing Today?s Volunteers. Canada. Self-Counsel, 1993.

MORRISON, Emily Kittle. Leadership Skills - Developing Volunteers for Organizational Sucess. Fisher Book, EUA, 1994.

RUTH, Goldberg. Gerenciamento de Voluntários. Estruturação e Implementação de Programas de Voluntariado de São Paulo. Editora Programa Voluntário.

DOHME, Vania D'Angelo. Como Administrar Voluntários: 10 Pontos de contato entre a Instituição Social e o Voluntário. Editora: Centro de Voluntariado de São Paulo. SP, Setembro de 1998.

GRUPO de Apoio à Prevenção à AIDS. Manual de Gerenciamento de Voluntários ONGs - AIDS. Salvador; Gapa; 1994; Livro.

DOHME, Vania. Voluntariado equipes produtivas - Como liderar ou fazer parte de uma delas. São Paulo: Editora Mackenzie, 2001. 210p.

AVALIAÇÃO.

BID (1997) Evaluaci?n: Una herramienta de gesti?n para mejorar el desempeno de los proyectos. - Banco Interamericano de Desarrollo: Oficina de Evaluaci?n (EVO) online (15/12/200) http://www.iadb.org/cont/evo/SPBook/lamatriz.htm. Guia do BID - Banco Interamericano de desenvolvimento para aplicae?o do marco lógico em projetos e programas financiados pelo Banco.

BROSE, Markus (2001). Marco Lógico, Metaplan e ZOPP (Online (15/12/2001): http://www.rededlis.org.br/planejamento. Artigo de Markus Brose disponível no site da Rede DLIS sobre marco lógico, a metodologia participativa Metaplan e o método de planejamento ZOPP.

ROCHE, Chris (2000). Avaliação de Impacto dos Trabalhos de ONGs: Aprendendo a Valorizar as Mudanças. ABONG (Edição adaptada para o Brasil) São Paulo: Cortez.

REIS, Liliane G. da Costa (1999 ). Avaliação de projetos como instrumento de gestão. RITS: online (15/12/2001). http://www.rits.org.br/gestao_teste/ge_testes/ge_tmesant_nov99.cfm.

RICO, Elizabeth Melo (org.) 1998. Avaliação de Políticas Sociais: Uma Questão de debate. São Paulo: Cortez.

MAGER, Robert. Análise de Objetivos. Porto Alegre; Globo, 1997.

LUCENA, Diva Maria da Salete. Avaliação do Desempenho. São Paulo; Mc Graw-Hill do Brasil, 1976.

MAXIMILIANO, Antonio Cesar A. Administração de Projetos: Transformando Idéias em Resultados. São Paulo, 1997.

TENÓRIO, Fernandes ( Org.). Avaliação de Projetos Comunitários: Abordagem Prática. Rio de Janeiro; CEDAC/Loyola; 1995.

AGUILAR, Maria José & ANDER-EGG, Ezequiel. Avaliação de serviços e programas sociais. Petrópolis, Vozes, 1994.

FEUERSTEIN, Marie-Thérèse. Avaliação: Como Avaliar Programas de Desenvolvimento com a Participação da Comunidade . São Paulo; Paulinas, 1986.

CHIANCA, Thomaz, MARINO, Eduardo e SCHIESARI, Laura. Desenvolvendo a Cultura de Avaliação em Organizações da Sociedade Civil. Editora Global.

SOCIOLOGIA URBANA.

PARK, Robert Ezra - "A Cidade: Sugestões para a Investigação do Comportamento Humano no Meio Urbano". In Otavio Velho (org.).
O Fenômeno Urbano, Zahar, Rio de Janeiro, 4º edição, 1979.

CASTELLS, Manuel - A Questão Urbana. Paz e Terra. Rio de Janeiro, 1983.

LEFEBVRE, Henri - A Cidade do Capital, Rio de Janeiro, 1999.

WIRTH, Louis - "O Urbanismo como Modo de Vida". In Otavio Velho (org.) O Fenômeno Urbano, Zahar, Rio de Janeiro,4a editora, 1979.

CARVALHO, Maria Alice Rezende - "Cidade Escassa e Violência Urbana". Série Estudos, No 91, Iuperj, Rio de Janeiro.

PERLMAM, Janice. - O Mito da Marginalidade: Favelas e Política no Rio de Janeiro. Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1977, 2º edição.

RIBEIRO, L. Cesar de Queiroz. "Cidade Desigual ou Cidade Partida? Tendências da Metrópole do Rio de Janeiro". In In L. César de Queiroz Ribeiro (org). O Futuro das Metrópoles: Desigualdades e Governabilidade. Revan, Rio de Janeiro, 2000.

VALLADARES, Lúcia & PRETECEILLE, Edmond - "Favela, Favelas: Unidade ou Diversidade da Favela Carioca". In L. César de Queiroz Ribeiro (org.) O Futuro das Metrópoles: Desigualdades e Governabilidade. Revan, Rio de Janeiro, 2000.

VELHO, Gilberto - A Utopia Urbana: um Estudo de Antropologia Social. Zahar, Rio de Janeiro, 1973.

BURGOS, Marcelo - "Dos Parques Proletários ao Favela-Bairro - as políticas públicas nas favelas do Rio de Janeiro. Ia Alba Zaluar e Marcos Alvito (orgs). Um Século de Favela. Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro, 1998.

CASTELLS, Manuel - A Sociedade em Rede. Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1998.

KOWARICK, Lécio - Capitalismo e Marginalidade na América Latina. Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1975.

CARVALHO, Eduardo Guimarães - O Negócio da Terra. Editora da UFRJ, Rio de Janeiro, 1991.

DOMINGOS, Juracy - Terra de Morar. A Luta Pela Regularização dos loteamentos clandestinos na Cidade do Rio de Janeiro. Papel & Virtual, Rio de Janeiro, 2000.

LAGO, Luciana C. do. O movimento de loteamentos do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, UFRJ, IPUR, Dissertação de Mestrado.

MANGABEIRA, Wilma - Lembranças de Moscouzinho (1943-1964). Estudo de um Conjunto Residencial Construído pelo Estado para Trabalhadores Industriais. Tese de Mestrado em Sociologia, IUPERJ, 1986.

ZALUAR, Alba - A Máquina e a Revolta: As Organizações Populares e o Significado da Pobreza. Brasiliense, São Paulo, 1985.

GERÊNCIA DE PROJETOS.

DAVID I. Cleland. Gerência de projetos. Lewis r. Ireland. Editora Reichmann & Affonso Editores.

ERIC, Verzul. Gestão de Projetos. Editora Campus.

RICARDO, Viana Vargas. Análise de valor agregado em projetos - revolucionando o gerenciamento de custos e prazos. Ricardo Viana Vargas MSC, PMP. Editora: Brasport Livros e Multimídia L.T.D.A. www.aec.com.br

ECONOMIA.

Gaiger, Luiz Inácio. Empreendimentos solidários: uma alternativa para a economia popular? São Leopoldo - RS ; Unisinos ; Número 24 ; 1996 ; Capítulo.

Lesbaubin, Ivo ; et alli. Para entender a conjuntura atual : neoliberalismo, movimentos. populares, igreja católica, ongs . Petrópolis ; Vozes ; 1996 ; Livro.

JOIA, Sonia (Org.). O Empresário e o Espelho da Sociedade. Rio de Janeiro, Ibase, 1994.

SOTO, Hernando de. O Mistério do Capital. Record, Rio de Janeiro, 2001.

RIFKIN, Jeremy. O Fim dos Empregos. São Paulo: Makron Books, 1995.

SINGER, Paul; SOUZA, André Ricardo de (Orgs). A Economia Solidária no Brasil. São Paulo: Contexto, 2000. 360p.

SOUZA, A. R. A Economia Solidária de Empreendimentos Comunitários em São Paulo. In: IX Congresso Brasileiro de Sociologia, Porto Alegre, 1999.

SCHUJMAN, L. Economia Social: la contracara del capitalismo salvaje. Rosario: Homo Sapiens, 1997. 115p.

BARRO, Carlos Pestana; SANTOS, J.C. Gomes. Estudos e Pesquisas Multidisciplinares sobre o setor não lucrativo. Editora Vulgata, 1999.

RESPONSABILIDADE SOCIAL.

DUARTE, Gleuso Damasceno & DIAS, José Maria. Responsabilidade Social: A Empresa Hoje. Rio de Janeiro, Livros Técnicos e Científicos, 1986.

GONÇALVES, Ernesto Lima (Org.) (OCDE, UNIAPAC Brasil). Balanço Social da Empresa na América Latina. São Paulo, Pioneira, 1980.

IBASE. SOS Brasil: Guia Para Participação Empresarial no Apoio à Cidadania. Rio de Janeiro, Ibase, 1993.

ROBBINS, S. & COULTER, M. Responsabilidade Social e Ética da Administração. Prentice-Hall o Brasil (PHB), 1998.

SOUZA, Hebert de & RODRIGUES, Carla. Ética e Cidadania. São Paulo, Moderna, 1994.

TEIXEIRA, Nelson Gomes (Org.). A Ética no mundo da Empresa. São Paulo, Pioneira, 1991.

PINTO, Luiz Fernandes da Silva. Gestão- Cidadã - Ações Estratégicas para a Participação Social no Brasil. Editora FGV, 2002.

CARROL, Archie B. And BUCHHOLTZ, Ann K. Business et Society: Sthics and Stakeholder management. Cincinnati: South-Western College Publishing, 1999.

DE LUCA, Márcia Martins Mendes. Demostração do Valor Adicionado: Do Cálculo da Riqueza Criada pela Empresa ao Valor do PIB. São Paulo: Atlas, 1998.

ADEK, Simon. Responsabilidade Social 1000 (AA 1000) -Norma básica e responsabilidade social e ética, auditoria e relato. Conferência Nacional 2000 do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. (Trad. Paulo Ivo).

SROUR, Robert Henry. Ética Empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

kÜNG, Hans. Uma ética global para a Política e a economia mundiais. Petrópolis: Vozes, 1999.

KROETZ, Cesar E. S. Balanço Social. São Paulo: Atlas, 2000.

GONELLA, Cláudia. Making Values Count: Contemporary Experience in Social and Ethical Accounting , Auditing, and Reporting. Londres: The Association of Chartered Certified Accountants, 1998.

MELO NETO, Francisco Paulo de. Gestão da Responsabilidade Corporativa. QualityMark.

MELO NETO, Francisco Paulo de. Responsabilidade Social e Cidadania Empresarial. QualityMark.

THIRY-CHERQUES, Responsabilidade Social nas Empresas - a contribuição das universidades. V.II. São Paulo: Peirópolis: Instituto ETHOS, 2003. Vários Autores.

ASHLEY, Patricia Almeida et alii. Ética e Responsabilidade Social nos Negócios. Editora Saraiva, 2002.

 
Busca avançada?
 

© Copyright CNEP - Centro Nacional de Estudos e Projetos - Todos os direitos reservados